Inscrições

Olá, estamos reformulando o sistema de inscrições, que logo retornará para melhor atendê-lo, por hora as inscrições devem ser feitas pela própria federação organizadora.
Aniversariantes do mês

01/06
Marcos Antonio Souto Maior Neto - PB
05/06
Henrique Soares - PE
11/06
Amanda Pedrosa - PE
12/06
Tavares - PE
12/06
Suzana Rios - BA
16/06
Maria F. Avelar - PE
19/06
Marlon Zanotelli - MA
21/06
Fred Didier - PE
23/06
Tatiana Nobrega Urquiza - PB
23/06
Sueli Braga - PE
24/06
Guilherme Kubo - SP
24/06
Maria L. Paiva - PE
28/06
Pedro Cordeiro - SP
30/06
Petrov Ferreira Baltar - PB
 

Imagem 1
Imagem 2
Imagem 3
Imagem 4


Notícias

Cuidados com os cavalos no calor
31/01/2019 - Fonte: Terceiro Tempo

A variação na temperatura afeta diretamente o organismo e o comportamento dos equinos, por isso é preciso estar atento à todas as mudanças e necessidades dos cavalos no verão.
É preciso ter cuidados especiais com os cavalos no verão. Vigiar a hidratação, a alimentação ou o horário de trabalho são algumas das medidas que temos de tomar.

Para amenizar o calor é importante que seus cavalos tenham água fresca sempre à disposição. Além de refrescante, a água é importantíssima para manter a hidratação do animal. Nessa época, o consumo de água é muito maior, e a falta de água pode acarretar desidratação e danos gástricos.

Portanto, vigiar o grau de hidratação é a tarefa de maneio mais importante nas épocas de calor. Nos dias de altas temperaturas, qualquer tipo de trabalho irá gerar uma perda de líquidos, fazendo o cavalo suar muito mais do que num dia normal.

Existem vários truques para fazer com que o nosso cavalo beba muita água:

Pedras de sal ou sal na alimentação: graças a esta ingestão de sal, o cavalo irá ter uma maior disposição para beber água;

Dar o alimento composto com água;

Assegurar que a água esteja limpa e fresca;

Administrar eletrólitos.

Através do suor não só se perdem líquidos mas também eletrólitos necessários para as funções do organismo. Estes sais podem ser administrados na água do animal antes e depois do trabalho. Nos dias quentes recomenda-se dar-lhes todos os dias, mesmo que o cavalo não trabalhe.

Você sabia que a pele dos cavalos também pode sofrer queimaduras de sol? Os animais com mais tendência de queimadura são os que possuem pelagem e focinhos claros, falhas no pelo ou cicatrizes.

Ao tosquiar seu cavalo, não corte o pelo muito rente ao corpo, para que os pelos ainda possam proteger do sol.

Solte o cavalo no pasto, nas horas menos quentes do dia, como no começo da manhã e fim de tarde. O ideal é alternar o tempo no pasto e na baia.

Distribua bebedouros pelos pastos. É importante realizar a limpeza dos bebedouros e se certificar que a água não está quente.

É muito importante fornecer sombras ao seu cavalo durante as horas mais quentes do dia. Devemos garantir aos cavalos, principalmente os que ficam muito tempo ao ar livre, um espaço para descansar. Os equinos podem também desfrutar das sombras das árvores para o descanso, mas devemos lembrar que a sombra varia de acordo com a luz do sol, e nas horas mais quentes do dia, podem não ser suficiente. Por isso, é sempre melhor manter os animais em um local coberto, como um galpão, ou até mesmo nas baias.

Certifique-se de manter as baias bem arejadas, com janelas bem localizadas e abertas. O uso de umidificadores também podem resolver o problema e amenizar a temperatura do local.

Se possível, dê um descanso para seus cavalos no verão. Diminua o ritmo e procure realizar as tarefas em horários com a temperatura mais amena.

Com a redução das atividades, é preciso lembrar de alterar a quantidade de alimentos oferecidos para os animais. Se o cavalo comer demais, pode acabar desenvolvendo um sobrepeso, pois a energia adquirida nos nutrientes não será gasta adequadamente.

O banho também é um grande amigo dos cavalos no verão. A água fresca deve ajudar a diminuir a temperatura corporal do animal, principalmente após exercícios.

Atente-se aos cuidados com os cascos. As ferraduras são indispensáveis para que os cascos não queimem no chão quente.

No verão, é comum que as moscas e carrapatos se proliferem por causa do calor e umidade. Esses insetos podem até parecer pequenos e inofensivos, mas causam grande incômodo aos animais.


Comente | Comentários desta Notícia (0)


Outras Notícias
federações FILIADAS

nossos PARCEIROS


mídias SOCIAIS




nosso ENDEREÇO

Circuito N-NE de Hipismo
Fone.:(81)3343-5970/(81)3343-4837 | hipismo@hipismonortenordeste.com.br

Av. Bernardo Vieira de Melo, 428 - Sala 204
Piedade - Jaboatão dos Guararapes - Recife-PE | CEP: 54.440-620