Inscrições

Olá, estamos reformulando o sistema de inscrições, que logo retornará para melhor atendê-lo, por hora as inscrições devem ser feitas pela própria federação organizadora.
Aniversariantes do mês

05/04
Juliana Avelar - PE
07/04
Joaquim Souza Leão - PE
11/04
Moises Silva Pereira - DF
17/04
Luiza Leão - AL
19/04
- PB
21/04
Isabela Moura Ribeiro - PB
27/04
Brenda Amorim Barbosa - PB
30/04
- PB
 

Imagem 1
Imagem 2
Imagem 3
Imagem 4


Notícias

O Brasileiro de Hipismo é uma raça de cavalos formada no Brasil
22/11/2018 - Fonte:Cavalus

A formação do cavalo BH começou com o emprego de éguas nacionais, já adaptadas às atividades de hipismo, com garanhões de linhagens europeias
A partir de algumas das mais importantes linhagens europeias de cavalos de Salto e Adestramento, tais como Hanoveriano, Holsteiner, Oldenburger, Trakehner, Westfalen e Sela Francês, surgiu o Brasileiro de Hipismo, ou BH. Através de cruzamentos entre si ou com exemplares de Puro Sangue Inglês da América do Sul.
Brasileiro de Hipismo
Cavalo leve, ágil e de grande porte, tem altura superior a 1,65m, perímetro torácico de 1,90m e perímetro de canela de 21cm. O BH tem cabeça média de perfil reto ou meio curvado, pescoço médio bem destacado do peito e espáduas, cernelha destacada, dorso bem ligado ao lombo e a garupa, membros fortes e andamentos briosos, relativamente elevados e extensos

Os exemplares BH possuem excelente mecânica de salto, coragem, inteligência e elegância nos movimentos. São admitidas todas as pelagens. Suas características o tornam apto para quaisquer modalidades de Salto, Adestramento ou Concurso Completo de Equitação. É um cavalo de trote não muito cômodo. Porém bem ágil e esperto, muito dócil e fácil de lidar.

O desenvolvimento da criação nacional do BH tem despertado o interesse de técnicos alemães, franceses e americanos que incluem nosso rebanho entre os melhores do mundo. O que indica um futuro promissor para o Brasileiro de Hipismo.
Tudo começou na década de 1970, quando o criador Ênio Monte resolveu criar uma raça brasileira destinada ao Hipismo. Para tanto, cruzou as raças Orloff, de origem russa, com Westfalen e trakehner, alemãs.

A receita incluiu ainda pequenas doses de PSI, Hanoveriano, Holsteiner e Hackney, pitadas de Oldenburg, Sela-argentina, Sela-francesa etc. Desde então, o Brasileiro de Hipismo vem se firmando nacionalmente.

Quem regulamente a raça é a Associação Brasileira de Criadores de Cavalo de Hipismo – ABCCH, criada em 1977. Nasceu da firme determinação de um grupo de amantes do Hipismo que se uniram em torno de um ideal comum: criar e desenvolver uma raça de cavalos com aptidão para os esportes hípicos.
Brasileiro de Hipismo
Doda e Aspen em 1996

Ênio Monte foi seu primeiro presidente. Sem fins lucrativos, a ABCCH está encarregada de promover, dentro dos padrões estabelecidos, o desenvolvimento da criação do Cavalo Brasileiro de Hipismo. Atualmente, a ABCCH conta com aproximadamente 370 associados e mais de 23 mil animais registrados.

Além disso, o cavalo BH é o que melhor atende as exigências e necessidades das Polícias Militares, sendo eleito o cavalo com o melhor padrão racial para executar o policiamento montado em diversos Estados da Federação.

Foram cavalos BH participantes nas conquistas das medalhas de bronze alcançadas pela Equipe Brasileira de Hipismo nas Olimpíadas de Atlanta, em 1996, e Sydney, em 2000. Além das três medalhas de ouro por equipe em Jogos Pan Americanos.


Comente | Comentários desta Notícia (0)


Outras Notícias
federações FILIADAS

nossos PARCEIROS


mídias SOCIAIS




nosso ENDEREÇO

Circuito N-NE de Hipismo
Fone.:(81)3343-5970/(81)3343-4837 | hipismo@hipismonortenordeste.com.br

Av. Bernardo Vieira de Melo, 428 - Sala 204
Piedade - Jaboatão dos Guararapes - Recife-PE | CEP: 54.440-620