Inscrições

Olá, estamos reformulando o sistema de inscrições, que logo retornará para melhor atendê-lo, por hora as inscrições devem ser feitas pela própria federação organizadora.
Aniversariantes do mês

01/08
Luciana Mamede - PE
02/08
Pedro Henrique Paiva da Costa - PB
13/08
carlos - PE
19/08

19/08
Marcelo Casado - PE
27/08
- PB
 

Imagem 1
Imagem 2
Imagem 3
Imagem 4


Notícias

Em forma para montar!
04/05/2018 - Fonte: Cavalus

A equitação é um ótimo esporte para a manutenção do condicionamento físico. Ao invés de horas na academia, dedique-se aos cavalos!
Montar não é apenas diversão ou ganhar novas habilidades. É também uma excelente maneira de se exercitar. Para iniciantes ou intermediários, o esporte oferece tanto exercício aeróbico quanto ganho de força. “É uma atividade prazerosa que faz gastar calorias”, diz a médica e atleta de equitação, Simone Aoki. “Os exercícios de trote e galope exigem contrações coordenadas de quase todos os grupos de músculos, promovendo musculação isométrica dessas fibras musculares”. É uma boa maneira de conquistar o corpo perfeito? “Existe uma melhora visível da força e do tônus muscular, principalmente de áreas como abdômen, glúteos, períneos e tríceps”.

Ao ganhar mais habilidade como equitadora, o valor do exercício diminui porque você não tem que usar todo o peso do corpo, despendendo menos esforço. Mas mesmo para os experts, montar ajuda a manter a forma. E, cá entre nós, é muito mais divertido do que andar na esteira. “É um esporte que exige mais do animal, mesmo assim, não impede que a amazona também se esforce”, fala Camila Mazza, atleta olímpica de Salto e professora de equitação do Clube Hípico Santo Amaro, na cidade de São Paulo. “É uma academia diária que faz mexer o esqueleto e os músculos”.

Ter corpo escultural é o sonho feminino. Sempre há algum ‘defeitinho’ que a mulher deseja eliminar ou disfarçar. Algumas dessas imperfeições são evidenciadas pela postura errada. Se você sofre deste mal, procure agora mesmo uma escola de equitação. “É um esporte que aprimora a postura do cavaleiro, pois fortalece a musculatura responsável pela sustentação da coluna vertebral”, explica Simone Aoki.

Entre outras recomendações, a médica salienta a importância do cuidado com a exposição da pele ao sol. “É preciso formar o conjunto perfeito. Boa estrutura corporal e cútis saudável”. Experimente montar sem colocar os pés nos estribos. Isso a ajudará a ter melhor equilíbrio e fará com que você trabalhe os músculos abdominais e as coxas. Comece devagar e aumente para 10 a 15 minutos – ao trote e ao galope. Certifique-se de estar segura antes de fazer o exercício. Uma alça no pescoço do cavalo onde você possa se segurar, caso se desequilibre, é interessante.

Antes de montar, tire maior proveito de seu tempo, acrescentando novos exercícios. Ao escovar o cavalo, use as duas mãos ao mesmo tempo, tendo escovas idênticas em cada uma das mãos. Passe as escovas com vigor, desta maneira você estará trabalhando membros superiores, fazendo exercícios aeróbicos e melhorando a coordenação bilateral (habilidade importante para quem monta). O cavalo ganha o dobro de brilho enquanto os dois aquecem os músculos.

“Indico que os atletas façam alongamento antes de montar”, fala Camila Mazza. “Caso contrário, os efeitos da equitação podem ser prejudiciais”. A atleta olímpica afirma que os casos mais comuns são desvios na coluna e hérnia de disco. “Para evitar estes traumas é preciso, além de supervisão profissional, o uso de aparatos de proteção”. Aos que pretendem iniciar na equitação é recomendável vestir capacetes, luvas, botas e até, se possível, air-bags que aliviam o impacto das inevitáveis quedas.

Não adianta ir com sede ao pote, pois não será da noite para o dia que o corpo definido surgirá em frente ao espelho. É indicado que os iniciantes pratiquem equitação duas vezes por semana com duração de uma hora cada aula. “A equitação é uma atividade competitiva, em que o conjunto trabalha o limite”, explica o médico ortopedista especializado em coluna, Alexandre Sadao Iutaka. O profissional afirma que lesões são mais frequentes quando há ritmo intenso nos treinos. “No entanto, se houver correção de técnica e de ergonomia é possível evitar os malefícios do esporte”

- Equitação diferente:

Durante o inverno e nos períodos de chuva, quando você tem menos tempo para montar, mantenha a forma com a ajuda de uma bola de exercícios, que trabalha a postura e o alinhamento da espinha dorsal. “Os exercícios alongam e fortalecem todo o corpo”, diz a fisioterapeuta Maira Seincman. “O praticante é desafiado a conseguir simetria enquanto se exercita”.

Ao sentar na bola, você pode esticar e alongar o tendão de Aquiles, ajudando a manter os calcanhares bem posicionados na sela. Montando a bola, você poderá apertá-la com os joelhos em séries de dez repetições, fortalecendo os músculos das coxas. Você também pode praticar abertura e fechamento da pélvis e praticar o movimento de levantar e sentar durante o trote elevado. “A coordenação e o equilíbrio são treinados juntos com a força e a mobilidade”.

A bola de exercícios deve ser resistente e rígida. Não utilize as esponjosas e mais simples, porque as mesmas não imitam o dorso do cavalo. As rígidas e de mais qualidade são melhores. O Dr. Iutaka ressalta a importância de os exercícios serem acompanhados por fisioterapeuta ou educador físico. “Tendo correta orientação profissional, o atleta desenvolverá o controle motor ideal no trabalho com a bola”. A lista de vantagens para quem utiliza o material não termina por aqui. “É um treino com custo baixo, praticidade, versatilidade e permite trabalhar a musculatura necessária e similar dos gestos praticados na equitação”.

Se você já está se rendendo aos encantos da equitação, o médico ortopedista sentencia: “é possível realizar o esporte sem lesões, com prazer e longevidade”. Então, tenha uma boa montaria!


Comente | Comentários desta Notícia (0)


Outras Notícias
federações FILIADAS

nossos PARCEIROS


mídias SOCIAIS




nosso ENDEREÇO

Circuito N-NE de Hipismo
Fone.:(81)3343-5970/(81)3343-4837 | hipismo@hipismonortenordeste.com.br

Av. Bernardo Vieira de Melo, 428 - Sala 204
Piedade - Jaboatão dos Guararapes - Recife-PE | CEP: 54.440-620