Inscrições

Olá, estamos reformulando o sistema de inscrições, que logo retornará para melhor atendê-lo, por hora as inscrições devem ser feitas pela própria federação organizadora.
Aniversariantes do mês

01/06
Marcos Antonio Souto Maior Neto - PB
05/06
Henrique Soares - PE
11/06
Amanda Pedrosa - PE
12/06
Tavares - PE
12/06
Suzana Rios - BA
16/06
Maria F. Avelar - PE
19/06
Marlon Zanotelli - MA
21/06
Fred Didier - PE
23/06
Tatiana Nobrega Urquiza - PB
23/06
Sueli Braga - PE
24/06
Guilherme Kubo - SP
24/06
Maria L. Paiva - PE
28/06
Pedro Cordeiro - SP
30/06
Petrov Ferreira Baltar - PB
 

Imagem 1
Imagem 2
Imagem 3
Imagem 4


Notícias

A importância dos contratos na hora de comprar e vender cavalos
09/04/2018 - Fonte: Cavalus

revenção é a melhor opção
Tendo me formado em Direito e trabalhado por alguns anos em escritórios de advocacia, tenho familiaridade com contratos. Deixei a carreira jurídica de lado há dois anos, mas esses instrumentos ainda têm grande importância na rotina que tenho hoje.

O mercado do cavalo sempre foi tradicionalmente guiado pela honra e palavra dos envolvidos, e nenhuma palavra escrita era necessária para estabelecer o que era justo e o que era certo, cada um sabendo o que era exatamente devido e passível de ser exigido.

Mas os tempos mudaram, os valores mudaram, a cultura mudou. Não se pode esperar que as pessoas se comportem de tal maneira porque esse é o costume, uma vez que às vezes as pessoas podem ter um entendimento diferente de outras diante da mesma situação. Em especial quando se trata de situações em que um lado da negociação é leigo (total ou parcialmente).

Além disso, hoje em dia, o cavalo não é simplesmente um nicho organizado em torno de um estilo de vida, e se transformou numa indústria. E como indústria que é, deve também atender aos requisitos indicativos de profissionalismo dos prestadores de serviço.

A formalização de contratos é uma prática difícil de implementar no dia-a-dia dos negócios equestres, seja porque eles geralmente têm administração doméstica pouco (nada) profissionalizada, seja porque a assessoria jurídica soa para muitos como um serviço supérfluo (e caro), ou mesmo por ingenuidade das partes em acreditar que não haverá intercorrências, e ainda que ocorram, serão amigável e sensatamente resolvidas.

O advogado Adam Trenk escreveu na edição de inverno do jornal Performance Horse Connection que “boas práticas negociais levam tempo para implementar. Envolve uma consideração bem elaborada das implicações de cada negociação e a disciplina para documentá-las de forma que as partes da transação estejam cientes das suas obrigações, direitos e medidas no momento da formação do contrato. Certamente, isso pode soar como uma tarefa assustadora, mas o tempo e o dinheiro comprometido nisso representam uma apólice de seguro que evita problemas não previstos a serem resolvidos depois. Mais importante, uma documentação bem pensada de uma transação assegura que o juiz esteja apto a entender ao que as partes estavam obrigadas pelo contrato e a determinar de quem é a culpa quando a disputa vier à justiça.”

Meu conselho é que aprendam com os erros (e acertos) dos outros, e tomem as medidas necessárias para evitar que isso aconteça um dia com vocês.


Comente | Comentários desta Notícia (0)


Outras Notícias
federações FILIADAS

nossos PARCEIROS


mídias SOCIAIS




nosso ENDEREÇO

Circuito N-NE de Hipismo
Fone.:(81)3343-5970/(81)3343-4837 | hipismo@hipismonortenordeste.com.br

Av. Bernardo Vieira de Melo, 428 - Sala 204
Piedade - Jaboatão dos Guararapes - Recife-PE | CEP: 54.440-620