Inscrições

Olá, estamos reformulando o sistema de inscrições, que logo retornará para melhor atendê-lo, por hora as inscrições devem ser feitas pela própria federação organizadora.
Aniversariantes do mês

03/10
Isabel Cristina de Sousa Neves - SP
20/10
Karla Avelar - PE
23/10
- PB
23/10
- PB
29/10
Gabriel Jose de Souza Lopes - PB
30/10
Luciana P Miranda Rabelo - PE
 

Imagem 1
Imagem 2
Imagem 3
Imagem 4


Notícias

Conheça as 8 raças de equinos mais populares nas fazendas brasileiras
10/01/2018 - Fonte: UOL - Farming

Os cavalos são essenciais nas fazendas para a lida com o rebanho, mas também podem se mostrar excelentes parceiros em atividades de lazer, como a montaria, e até mesmo como exímios competidores em provas de hipismo. De acordo com dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o Brasil possuía um plantel de 5,58 milhões de cabeças em 2016.

O número total de cavalos, éguas, potros e potrancas criados no Brasil cresceu 0,5% em comparação com os dados de 2015. Ainda segundo a pesquisa Produção da Pecuária Municipal, os estados que lideram a criação de equinos são Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Bahia, com, respectivamente, 13,7%, 9,6% e 8,6% do plantel nacional. Conheça as principais características de famosas raças de cavalos criadas nas fazendas brasileiras. 1- Mangalarga marchador Os animais desta raça possuem médio porte e são conhecidos por serem ágeis, fortes, vigorosos e por terem temperamento ativo e dócil. O Mangalarga Machador se destaca por sua facilidade de adaptação a qualquer tipo de adversidade climática ou no terreno. Além disso, tem a capacidade de viajar longas distâncias sem se cansar. Este cavalo não necessita de uma alimentação específica, por isso se adapta bem a um regime no estábulo e também em campos abertos. O Mangalarga Marchador é resistente a doenças e parasitas. 2- Cavalos Mangalarga Desde a sua origem, o cavalo da raça Mangalarga foi selecionado como animal de trabalho na lida com gados e para a prática de esportes. De acordo com informações da Associação Brasileira de Criadores de Cavalos da Raça Mangalarga (ABCCRM), as principais características desta raça são os bons andamentos, a resistência e docilidade. Atributos como membros fortes, articulações grandes e tendões nítidos fazem com que o equino seja um excelente cavalo de sela. 3- Puro Sangue Inglês O cavalo da raça Pura Sangue Inglês tem temperamento ativo, valente, além de ser corajoso. Por ser destemido, este equino tem aptidão para corridas planas ou com obstáculos de média distância, salto, além de ser um bom cavalo de corrida. Além de ser velocista, é também utilizado como cavalo de sela para passeio. 4- Nordestino Com porte médio, temperamento ativo, dócil e aptidão para o trabalho com o gado, os cavalos da raça Nordestino se destacam pela sua sobriedade, rusticidade, rigidez de músculos e cascos duros. No terreno árido, o cavalo Nordestino é capaz de percorrer até 70 km por dia. Os equinos desta raça possuem a capacidade de se adaptar facilmente ao meio em que vivem e ao processo de criação. 5- Quarto de Milha Os cavalos Quarto de Milha são conhecidos por sua agilidade, facilidade de domar, docilidade e inteligência. Equinos desta raça se destacam, principalmente, no trabalho no campo, além de serem muito dóceis, robustos e velozes. De acordo com a Associação Brasileira de Criadores de Cavalo Quarto de Milha (ABQM), os equinos desta raça se adaptam a qualquer situação, podendo transforma-se em instrumento de força e de transporte. Além de melhorador de plantel, o Quarto de Milha é difícil de ser derrotado em provas equestres. 6- Cavalo Crioulo O cavalo da raça Crioulo é criado, principalmente, em países como Uruguai, Chile e Argentina. No Brasil, o animal está presente em mais de 22 estados, mas a maior população está concentrada no Rio Grande do Sul. A raça é conhecida por sua força, resistência e saúde. O animal consegue viver em situações de extremo fio ou calor com o mínimo de alimentação. O Crioulo é considerado um cavalo de trabalho, ideal na lida com gado, para passeio e enduro, podendo ser usado para percorrer grandes distâncias. 7- Árabe Os equinos desta raça possuem trote e galope rasteiros, além de possuírem um temperamento muito vivo e uma grande resistência. O cavalo da raça Árabe é capaz de resistir a prolongados períodos de trabalho intenso com o mínimo de cuidado e alimentação. No trabalho na fazenda, os criadores ficam satisfeitos com a produtividade do Árabe, capaz de se recuperar rapidamente após um dia inteiro de atividade. 8- Pampa O cavalo Pampa possui pelagem malhada, quase sempre de cor branca, mesclado com outra coloração. Equinos desta raça possuem musculatura definida e expressão vigorosa, e apesar de serem dóceis, são conhecidos por sua coragem, velocidade e agilidade. A principal característica do Pampa é a marcha, que o qualifica como um animal ideal para turismo equestre, cavalgadas e provas de enduro equestre.

1- Mangalarga marchador
Os animais desta raça possuem médio porte e são conhecidos por serem ágeis, fortes, vigorosos e por terem temperamento ativo e dócil. O Mangalarga Machador se destaca por sua facilidade de adaptação a qualquer tipo de adversidade climática ou no terreno. Além disso, tem a capacidade de viajar longas distâncias sem se cansar. Este cavalo não necessita de uma alimentação específica, por isso se adapta bem a um regime no estábulo e também em campos abertos. O Mangalarga Marchador é resistente a doenças e parasitas. 2- Cavalos Mangalarga Desde a sua origem, o cavalo da raça Mangalarga foi selecionado como animal de trabalho na lida com gados e para a prática de esportes. De acordo com informações da Associação Brasileira de Criadores de Cavalos da Raça Mangalarga (ABCCRM), as principais características desta raça são os bons andamentos, a resistência e docilidade. Atributos como membros fortes, articulações grandes e tendões nítidos fazem com que o equino seja um excelente cavalo de sela.

2- Cavalos Mangalarga
Desde a sua origem, o cavalo da raça Mangalarga foi selecionado como animal de trabalho na lida com gados e para a prática de esportes. De acordo com informações da Associação Brasileira de Criadores de Cavalos da Raça Mangalarga (ABCCRM), as principais características desta raça são os bons andamentos, a resistência e docilidade. Atributos como membros fortes, articulações grandes e tendões nítidos fazem com que o equino seja um excelente cavalo de sela

3- Puro Sangue Inglês
O cavalo da raça Pura Sangue Inglês tem temperamento ativo, valente, além de ser corajoso. Por ser destemido, este equino tem aptidão para corridas planas ou com obstáculos de média distância, salto, além de ser um bom cavalo de corrida. Além de ser velocista, é também utilizado como cavalo de sela para passeio.

4- Nordestino
Com porte médio, temperamento ativo, dócil e aptidão para o trabalho com o gado, os cavalos da raça Nordestino se destacam pela sua sobriedade, rusticidade, rigidez de músculos e cascos duros. No terreno árido, o cavalo Nordestino é capaz de percorrer até 70 km por dia. Os equinos desta raça possuem a capacidade de se adaptar facilmente ao meio em que vivem e ao processo de criação.

5- Quarto de Milha
Os cavalos Quarto de Milha são conhecidos por sua agilidade, facilidade de domar, docilidade e inteligência. Equinos desta raça se destacam, principalmente, no trabalho no campo, além de serem muito dóceis, robustos e velozes. De acordo com a Associação Brasileira de Criadores de Cavalo Quarto de Milha (ABQM), os equinos desta raça se adaptam a qualquer situação, podendo transforma-se em instrumento de força e de transporte. Além de melhorador de plantel, o Quarto de Milha é difícil de ser derrotado em provas equestres.

6- Cavalo Crioulo
O cavalo da raça Crioulo é criado, principalmente, em países como Uruguai, Chile e Argentina. No Brasil, o animal está presente em mais de 22 estados, mas a maior população está concentrada no Rio Grande do Sul. A raça é conhecida por sua força, resistência e saúde. O animal consegue viver em situações de extremo fio ou calor com o mínimo de alimentação. O Crioulo é considerado um cavalo de trabalho, ideal na lida com gado, para passeio e enduro, podendo ser usado para percorrer grandes distâncias.

7- Árabe
Os equinos desta raça possuem trote e galope rasteiros, além de possuírem um temperamento muito vivo e uma grande resistência. O cavalo da raça Árabe é capaz de resistir a prolongados períodos de trabalho intenso com o mínimo de cuidado e alimentação. No trabalho na fazenda, os criadores ficam satisfeitos com a produtividade do Árabe, capaz de se recuperar rapidamente após um dia inteiro de atividade.

8- Pampa
O cavalo Pampa possui pelagem malhada, quase sempre de cor branca, mesclado com outra coloração. Equinos desta raça possuem musculatura definida e expressão vigorosa, e apesar de serem dóceis, são conhecidos por sua coragem, velocidade e agilidade. A principal característica do Pampa é a marcha, que o qualifica como um animal ideal para turismo equestre, cavalgadas e provas de enduro equestre.


Comente | Comentários desta Notícia (0)


Outras Notícias
federações FILIADAS

nossos PARCEIROS


mídias SOCIAIS




nosso ENDEREÇO

Circuito N-NE de Hipismo
Fone.:(81)3343-5970/(81)3343-4837 | hipismo@hipismonortenordeste.com.br

Av. Bernardo Vieira de Melo, 428 - Sala 204
Piedade - Jaboatão dos Guararapes - Recife-PE | CEP: 54.440-620