Inscrições

Olá, estamos reformulando o sistema de inscrições, que logo retornará para melhor atendê-lo, por hora as inscrições devem ser feitas pela própria federação organizadora.
Aniversariantes do mês

02/12
Jenniffer Figueiredo de Meira Lima - PB
06/12
Rosen Lima dos Santos - PB
11/12
- PB
12/12
- PB
17/12
Maria Tereza Sarmento - BA
21/12
- PB
29/12
Lucas Dantas Medeiros - PB
 

Imagem 1
Imagem 2
Imagem 3
Imagem 4


Notícias

Brasil fecha Jogos Sul-americanos Santiago 2014 em 1º com 255 medalhas
20/03/2014 - Fonte: CBH

A primeira competição multiesportiva do Time Brasil no ciclo olímpico para o Rio 2016 ratificou o excelente nível de preparação dos atletas brasileiros nessa caminhada para os Jogos Olímpicos. Com um total de 255 medalhas, sendo 109 de ouro, 68 de prata e 78 de bronze, o Brasil conquistou a primeira posição no quadro de medalhas dos X Jogos Sul-americanos Santiago 2014. A competição foi encerrada nesta terça-feira, na capital chilena, após 13 dias de disputas entre os 14 países que integram a Organização Desportiva Sul-americana – Odesur. A segunda colocada foi a Colômbia, com um total de 166 medalhas (52 de ouro, 50 de prata e 64 de bronze). Em terceiro ficou a Argentina, com 159 (47 de ouro, 56 de prata e 56 de bronze).

Com exceção do evento em 2002, quando o país sediou a competição, esta foi a primeira vez que o Brasil venceu os Jogos Sul-americanos competindo fora de casa. “Sinto muito orgulho de ter chefiado essa Missão, integrada por atletas e técnicos de altíssimo nível, e cujo resultado final comprova a força do Brasil no continente sul-americano. Iniciamos muito bem a nossa escalada rumo aos Jogos Olímpicos Rio 2016”, afirmou o Chefe da Missão brasileira, Bernard Rajzman.

Para o diretor executivo de esportes do COB, Marcus Vinícius Freire, aos poucos os Jogos Sul-americanos se aproximam mais do perfil dos Jogos Olímpicos. “Em Santiago 2014 tivemos maior adequação do programa sul-americano ao programa dos Jogos Olímpicos, com menos provas não olímpicas em disputa e, consequentemente, menos medalhas. Essa adequação favorece uma análise mais realista do estágio olímpico dos países participantes. E nesse aspecto, o resultado do Time Brasil em Santiago mostra que o trabalho dos últimos quatro anos tem correspondido ao planejamento feito para o Rio 2016”, explicou Marcus Vinícius.

Os principais objetivos do Comitê Olímpico Brasileiro - COB em Santiago 2014 foram classificar o maior número possível de modalidades para os Jogos Pan-americanos Toronto 2015, dar continuidade ao processo de preparação da equipe para 2016, proporcionar experiência a vários atletas que estão vivenciando pela primeira vez o ambiente olímpico e consolidar jovens potenciais atletas com resultados expressivos nos últimos dois anos, como Marcus Vinícius D’Almeida (tiro com arco), Matheus Santana (natação) e Felipe Wu (tiro esportivo), Anderson Henrique e Hugo Souza (atletismo), João Victor Marcari Oliva (hipismo adestramento) e Flavio Cipriano (ciclismo).

No hipismo, na modalidade Adestramento, o Brasil dominou o pódio com ouro na final por equipes e ouro, prata e bronze nas duas finais individuais. Já no Salto, o Time Brasil garantiu prata por equipes e ouro, prata e bronze na Final individual.

Santiago marcou também algumas inovações do COB para os Jogos Sul-americanos com a oferta de serviços diferenciados, tais como a aplicação das Ciências do Esporte pela primeira vez em uma delegação sul-americana (controle bioquímico de atletas, vídeo-análise e telemedicina) e foco na recuperação de atletas para as provas.

Para Marcus Vinícius Freire, a evolução dos esportes olímpicos no Brasil nos últimos quatro anos, notada em 2013 e agora em Santiago 2014, é fruto das seguintes ações: planejamento nos investimentos, foco nos atletas, contratação de técnicos de ponta - brasileiros e estrangeiros, foco crescente na aplicação das Ciências do Esporte, crescente trabalho das Confederações Brasileiras Olímpicas, investimentos diretos do COB na preparação de atletas e equipes e maior participação do Ministério do Esporte, Forças Armadas, clubes e patrocinadores.

“Tivemos resultados de destaque em várias modalidades, como, Atletismo, Boxe, Canoagem, Ciclismo, Esgrima, Hipismo, Luta, Natação, Pentatlo Moderno, Tiro com arco e Tiro esportivo, entre outras. Isso nos motiva a continuar trabalhando arduamente pela excelência de preparação para o Rio 2016 e pelo desenvolvimento do esporte no Brasil”, afirmou Marcus Vinícius.

As modalidades que se classificaram para o Pan de Toronto 2015: Boliche (dupla masculina), Handebol (femimino e masculino), Hipismo Adestramento (equipe), Hipismo Saltos (equipe), Karatê (4 categorias + 84Kg mas / +60Kg mas / +68Kg fem / até 55Kg fem), Luta Livre feminina ( 2 categorias até 69Kg / até 75Kg), Pentatlo Moderno (feminino e masculino) e Rugby 7 (feminino).


Comente | Comentários desta Notícia (0)


Outras Notícias
federações FILIADAS

nossos PARCEIROS


mídias SOCIAIS




nosso ENDEREÇO

Circuito N-NE de Hipismo
Fone.:(81)3343-5970/(81)3343-4837 | hipismo@hipismonortenordeste.com.br

Av. Bernardo Vieira de Melo, 428 - Sala 204
Piedade - Jaboatão dos Guararapes - Recife-PE | CEP: 54.440-620